CISeD

 EN | ipv

Regulamento

Artigo 1º
Definição

  1. O Centro de Investigação em Serviços Digitais, adiante designado por CISeD é uma Unidade de Investigação Científica e Desenvolvimento que integra o Instituto Politécnico de Viseu (PV).
  2. A visão do CISeD é ser um centro de excelência na área de Serviços Digitais e no desenvolvimento de tecnologias relacionadas para as indústrias automóveis.
  3. A missão do CISeD é ser uma unidade de investigação de referência no campo dos serviços digitais, líder em conhecimento, aprendizagem e educação, a fim de melhorar as condições de nossa sociedade. Através do reconhecimento dos seus recursos humanos, o CISeD pretende ser um instrumento de inspiração e motivação para a comunidade onde se insere.
  4. Os valores do CISeD são os seguintes:

    1. Excelência: promover os mais altos padrões de pesquisa com base em um modelo de gestão voltado para uma cultura de qualidade e merecimento de valorização;
    2. Ética: incorporação da integridade na prática e comportamento científicos;
    3. Responsabilidade social: busca promover a responsabilidade social na comunidade e no meio ambiente, prestando serviços à comunidade e apoiando o desenvolvimento de cooperação internacional, cultural, científica e técnica para estabelecer parcerias permanentes;
    4. Partilha de conhecimento: reciprocidade cultural, científica e técnica com os seus membros e parceiros;
    5. Fomentar o intercâmbio cultural a partir de valores, esforços e realizações, tendo por base o desenvolvimento universal da cultura na sociedade contribuindo dessa forma para ela ser mais justa, informada e equitativa.

 

Artigo 2º
Natureza e Objetivos

  1. O CISeD - Centro de Investigação em Serviços Digitais - é um centro de investigação que realiza investigação em serviços digitais.
  2. A pesquisa conduzida no CISeD abrange áreas relacionadas com:

    1. ciência da computação;
    2. economia e administração;
    3. cultura, métodos quantitativos;
    4. engenharia elétrica e mecânica.

  1. O CISeD é um centro de investigação do Instituto Politécnico de Viseu que, na sua génese, inclui como parceiros o Instituto Tallaght de Tecnologia (Irlanda), a Fundação Geral da Universidade de Salamanca (Espanha), as empresas Bizdirect (grupo SONAE) e Softinsa (grupo IBM), bem como as da indústria automóvel: Faurécia, PSA Mangualde, Grupo Huf e Tojaltec.
  2. O CISeD está organizado nas seguintes cinco áreas de pesquisa e linhas de investigação:

    1. Sistemas de apoio à decisão digital;
    2. Rede social aplicada à cultura, economia e sociedade;
    3. Sociedade digital;
    4. Negócios de serviços digitais;
    5. Indústria automóvel digital.

  1. Os principais objetivos do CISeD são:

    1. Desenvolver o número e a qualidade dos serviços digitais, especialmente nos sectores social, cultural, económico e/ou da administração pública;
    2. desenvolver e divulgar pesquisas nas áreas mencionadas em 4., em colaboração com parceiros nacionais e internacionais, a fim de abordar questões do mundo real enfrentadas por indivíduos, organizações e pela sociedade em geral;
    3. promover a cooperação e os intercâmbios interinstitucionais para fomentar a internacionalização da investigação e o desenvolvimento de projetos transversais de I & D;
    4. desenvolver a pesquisa aplicada, a resultante dos projetos com os parceiros institucionais corporativos e com os do sistema educacional internacional, mas também com outras organizações;
    5. desenvolver tecnologias aplicadas para a indústria automóvel e a indústria digital;
    6. apoiar e desenvolver o empreendedorismo;
    7. promover o emprego científico;
    8. permitir que os alunos do PV e das instituições parceiras participem em projetos de I & D, levando a um aumento da produção científica;
    9. aumentar a produção científica dos investigadores do CISeD e possibilitar a sua constante atualização.

Artigo 3.º
Recursos do Centro

O CISED disporá dos meios humanos e materiais necessários que lhe forem afetos pelo PV e pelas instituições parceiras.

 

Artigo 4.º
Constituição do CISeD

  1. Podem ser membros integrados do CISeD, os investigadores doutorados ou com uma elevada experiência de investigação nas áreas fundamentais do Centro que tenham um contrato com o PV ou com outras instituições do sistema científico e tecnológico, bem como com outras instituições e que dediquem pelo menos 20% do seu tempo de trabalho a atividades de investigação no CISeD. A integração de qualquer membro no CISeD está sujeita a aprovação prévia pela direção do Centro.
  2. Podem ser membros colaboradores do CISeD os investigadores que estão a iniciar a sua formação científica no âmbito de um grau de mestrado ou doutoramento. Podem ainda ser colaboradores do CISeD os investigadores de outros centros que manifestem interesse em tal e desde que a direção aprove a sua inclusão no Centro.

 

Artigo 5.º
Órgãos de Gestão do CISeD

  1. Os Órgãos de Gestão do CISeD são os seguintes:

  1. O Coordenador Científico;
  2. A Direção;
  3. O Conselho Científico;
  4. O Conselho Consultivo Externo.

 

Artigo 6.º
Coordenador Científico

  1. Ao Coordenador Científico cabe:

  1. Presidir ao Conselho Científico;
  2. Representar o CISeD junto de instituições, nacionais ou internacionais com as quais existem relações de investigação, formação e cooperação;
  3. Ser o interlocutor junto da FCT e outras entidades financiadoras quanto aos diferentes aspetos administrativos e científicos de gestão do Centro;
  4. Elaborar os seguintes documentos, os quais devem ser submetidos à apreciação e aprovação pelo Conselho Científico do CISeD e pelo Presidente do IPV:
      1. Relatório Financeiro;
      2. Relatório Anual de Atividades;
      3. Plano Anual de Atividades;
      4. Orçamento Anual.

  5. Propor Normas Internas ou Regulamentos Complementares ao Regulamento do CISeD, bem como as alterações às mesmas, e submetê-las ao Conselho Científico para deliberação e aprovação;
  6. Cumprir e fazer cumprir o Regulamento Interno do CISeD;
  7. Propor ao Presidente do PV a abertura de Projetos de Investigação que envolvam financeiramente o CISeD ou proceder à sua extinção, mediante proposta fundamentada pelos Investigadores proponentes, pela Direção ou pelo Conselho Científico;
  8. Validar e propor para autorização ao Presidente do PV a apresentação de candidaturas a projetos de investigação de acordo com os objetivos do CISeD;
  9. Validar e propor para autorização ao Presidente do PV o desenvolvimento de programas de investigação financiados pelo CISeD;
  10. Propor para autorização ao Presidente do PV propostas de protocolos, acordos ou contratos de prestação de serviços entre o CISeD e outras entidades, bem como possíveis alterações dos mesmos;
  11. Assegurar a gestão dos recursos do CISeD, submetendo a decisão superior os atos que dela careçam;
  12. Propor à Direção a constituição do Conselho Consultivo Externo;
  13. Propor à Direção e ao Conselho Científico a admissão ou a exclusão de novos investigadores como membros integrados ou colaboradores;
  14. Convocar e presidir à Direção, ao Conselho Científico, e ao Conselho Consultivo do CISeD;
  15. Propor ao Conselho Científico a definição de novas linhas de investigação ou a extinção das existentes;
  16. Nomear os Coordenadores das linhas de investigação.
  17. Propor ao Conselho Científico a alteração da duração dos mandatos do Coordenador Cientifico e da Direção, com o objetivo de acompanhar os ciclos de avaliação da FCT às Unidades de Investigação e Desenvolvimento por si financiadas.

 

Artigo 7.º
Direção

    1. A Direção do CISeD está constituída pelo seu Coordenador Científico e pelos coordenadores das linhas de investigação científica.
    2. Cabe à Direção:

    1. Coordenar a investigação de cada linha de investigação;
    2. Representar o CISeD na ausência do seu Coordenador Científico;
    3. Coordenar a gestão científica, administrativa, financeira e dos recursos do CISeD, submetendo a decisão superior os atos que dela careçam;
    4. Propor a apresentação de candidaturas a projetos de investigação de acordo com os objetivos do CISeD;
    5. Propor o desenvolvimento de programas de investigação financiados pelo CISeD;
    6. Propor protocolos, acordos ou contratos de prestação de serviços entre o CISeD e outras entidades, bem como possíveis alterações dos mesmos;
    7. Apoiar a divulgação da atividade científica desenvolvida no CISeD;
    8. Propor Normas Internas ou Regulamentos Complementares ao Regulamento do CISeD, bem como as alterações às mesmas, e submetê-las ao Conselho Científico para deliberação e aprovação;
    9. Aprovar a admissão ou a exclusão de novos investigadores como membros integrados ou colaboradores;
    10. Criar estruturas de trabalho científicas de natureza pontual e flexível de modo a responder a necessidades de desenvolver projetos de investigação;
    11. Propor ao Conselho Científico a inclusão de novos membros no Conselho Consultivo, depois de obtido um parecer favorável do Conselho Consultivo.

    1. A Direção reúne ordinariamente de três em três meses ou sempre que convocada pelo Coordenador Científico do CISeD ou por metade dos elementos constituintes da Direção.

 

Artigo 8º
Conselho Científico

    1. O Conselho Científico é composto por todos os membros integrados do Centro e é presidido pelo Coordenador Científico. Este deverá reunir ordinariamente duas vezes por ano e, por decisão do Coordenador Científico, ou por proposta de 1/3 dos membros do Conselho, sempre que algum assunto exija a realização de uma reunião extraordinária.
    2. Ao Conselho Científico cabe:

    1. Emitir parecer sobre o Relatório Financeiro, o Relatório Anual de Atividades, o Plano Anual de Atividades e o Orçamento Anual do CISeD;
    2. Eleger o Coordenador Científico do CISeD a cada quadriénio;
    3. Destituir o Coordenador Científico do CISeD por maioria qualificada de dois terços dos seus membros;
    4. Aprovar a inclusão de novos membros do Conselho Consultivo sob proposta da Direção;
    5. Aprovar e alterar o regulamento interno do CISeD;
    6. Elaborar e aprovar normas internas complementares ao presente regulamento;
    7. Deliberar sobre os critérios de admissão e ou exclusão de membros integrados e colaboradores;
    8. Assegurar a orientação científica e a política de investigação e de formação do CISeD;
    9. Aprovar a inclusão de novos membros no Conselho Consultivo, depois de obtido um parecer favorável do Conselho Consultivo.
    10. Aprovar a definição de novas linhas de investigação ou a extinção das existentes;
    11. Dar parecer ou decidir sobre assuntos que lhe forem submetidos pelo coordenador científico ou pela Direção;
    12. o Conselho Científico reúne ordinariamente uma vez por ano civil para apreciar o Relatório financeiro, o Relatório e Plano anual de atividades e o Orçamento anual;
    13. O Conselho Científico reúne extraordinariamente por iniciativa do seu Presidente ou a pedido de um terço dos seus membros;
    14. As reuniões são convocadas por correio eletrónico com um mínimo de oito dias de antecedência;
    15. De todas as reuniões é lavrada a respetiva ata.
    16. Aprovar a alteração da duração dos mandatos do Coordenador Cientifico e da Direção, por proposta do Coordenador científico com o objetivo de acompanhar os ciclos de avaliação da FCT às Unidades de Investigação e Desenvolvimento por si financiadas.

 

Artigo 9.º
Conselho Consultivo Externo

  1. O Conselho Consultivo Externo está constituído por membros de organizações parceiras com as quais existem protocolos de colaboração e que inclui as seguintes organizações:

  1. Softinsa (IBM Group);
  2. Bizdirect (SONAE Group);
  3. General Foundation of the University of Salamanca, Spain;
  4. Institute of Technology of Tallaght, Ireland, atualmente TU Technological University Dublin;
  5. Faurécia;
  6. Tojaltec, Fabrico de Máquinas;
  7. PSA Mangualde;
  8. HUF Group;

  1. Cabe ao Conselho Consultivo Externo:

  1. preparar um parecer sobre o plano anual de atividades e relatório da CISeD;
  2. participar nas reuniões com a Direção do CISeD ou com grupos de pesquisadores que desenvolvam projetos para assessorá-los no desenvolvimento de linhas de pesquisa, projetos, plano de atividades da unidade e elaboração do respetivo relatório.

  1. O Conselho Consultivo Externo deverá reunir pelo menos uma vez por ano.

 

Artigo 10º
Financiamento

  1. O financiamento básico do CISeD advém:

  1. Do programa de Financiamento Plurianual de Unidades de Investigação e
    Desenvolvimento (FCT – Fundação para a Ciência e Tecnologia, Ministério da Ciência, Tecnologia e Ensino Superior);
  2. Por financiamentos obtidos no âmbito de concursos nacionais e internacionais ou com base em acordos e protocolos a celebrar com Instituições privadas ou estatais;
  3. Dotação das Instituições de Acolhimento;
  4. Receitas da prestação de serviços à comunidade;
  5. Outras.

 

Artigo 11º
Mandatos

  1. A duração dos mandatos dos órgãos do CISeD é de 4 anos, com limite de 2 mandatos consecutivos, no caso do Coordenador Científico e da Direção.
  2. A duração dos mandatos pode ser alterada com o objetivo de acompanhar os ciclos de avaliação da FCT às Unidades de Investigação e Desenvolvimento por si financiadas.

 

Artigo 12º
Diversos

Todos os assuntos relacionados com o funcionamento do CISeD, que não estejam previstos no presente Regulamento, serão resolvidos pelo Coordenador Científico e/ou Direção.

 

Artigo 13º
Alterações ao Regulamento

O regulamento deve ser revisto de quatro em quatro anos e as alterações ao mesmo são da competência do Conselho Científico do CISeD.

 

Artigo 14º
Casos Omissos

Os casos omissos neste regulamento interno serão apreciados pelo Conselho Científico do CISeD e regem-se pelas aplicações aplicáveis da lei.

Ver regulamento em PDF

                        

© Copyright 2018 IPV-CISeD